Gerenciamento de riscos em Projetos

Gerenciamento de riscos em Projetos

O risco faz parte de qualquer empreitada humana. Do momento em que se levanta da cama pela manhã, dirige o carro ou usa o transporte público para o trabalho até o retorno para casa, todos estão constantemente expostos a riscos de diferentes intensidades e naturezas. Embora correr alguns desses riscos possa ser uma atitude completamente involuntária, há aqueles pelos quais opta-se conscientemente, pois deseja-se corrê-los. 

Risco pode ser algo desejado ou evitado, mas as percepções em relação ao termo tendem a ser sempre negativas. Definir risco só atrapalha seu gerenciamento, já que, de modo geral, sempre associa-se a coisas que podem dar errado. 

- Riscos são eventos incertos que têm somente efeito negativo no projeto; 

- Riscos são eventos incertos que podem ter tanto efeito positivo (oportunidade) quanto negativo (ameaça) no projeto; 

- Riscos são eventos incertos que têm efeitos no projeto. Esta última definição não explicita se os efeitos são negativos ou positivos. 

Por que tantos projetos fracassam? Certamente, não é devido à ausência de teorias de gerenciamento, ou de técnicas e ferramentas, ou mesmo de profissionais capacitados. Mas o aparecimento de eventos não previstos que interrompem a trajetória suave do gerenciamento, causando desvios irreconciliáveis com o plano inicial. Em um dado projeto, alguns desses eventos não previstos não eram passíveis de ser antecipados, mas alguns outros poderiam perfeitamente ter sido identificados, isto é, eram riscos (know unknowns) e não incertezas (unknow unknowns), afetando os objetivos definidos. 

Faça sua Especialização em Planejamento Estratégico e Gerenciamento de Projetos. 

ANTERIOR