Como se deu a implantação da estratégia BIM no Brasil?

Como se deu a implantação da estratégia BIM no Brasil?

A estratégia BIM é muito recente e além de praticada, é regulamentada por Lei no Brasil. Em junho de 2017 o Governo Federal criou um Comitê Estratégico de Implementação do Building Information Modeling, o CE-BIM, composto por representantes dos ministérios da indústria, defesa, planejamento, ciência, cidades, transportes e saúde e também a casa civil e a Secretaria Geral da Presidência da República.

Também foi criado um Grupo de Apoio Técnico, entre outros grupos mais específicos e estabelecida a norma técnica NBR 15-965 "Sistema de classificação das informações da construção" pela ABNT. Mas o que deu início a implantação do método de fato, foi quando em 2018 foi instituído o primeiro decreto acerca do assunto, o decreto 9.377 C6-BIM, a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM no Brasil. Posteriormente, em 2019 foi publicado um segundo decreto de Lei 9.983 atualizando as disposições sobre a Estratégia Nacional BIM BR e que também instituiu o Comitê Gestor da Estratégia BIM BR, e ainda, a publicação do decreto 10.306 publicado nesse ano de 2020, que determina a utilização obrigatória do BIM para obras públicas até 2028.

A metodologia BIM foi tão abrangentemente incluída na construção pública tendo em vista sua taxa de redução de erros, custos e tempo de espera, tornando-se extremamente lucrativa e viável, agilizando o fluxo de trabalho nos vários setores envolvidos, além de permitir um planejamento mais fidedigno à realidade, possibilitando o acompanhamento de todo o ciclo de vida de uma construção.

As etapas previstas pela Estratégia BIM BR foram postas em um Roadmap, estipulando metas como o aumento da produtividade das empresas em 10%, a redução de custos em 9,7%, aumento em 10 vezes da adoção do BIM em relação ao PIB da construção civil e o crescimento de 28,9% deste PIB. Todas essas metas foram feitas com base no prazo de implantação até 2028, que foram melhor destrinchadas no livreto disponibilizado pelo Governo com uma perspectiva apresentada de 3 em 3 anos, o que o deixa dividido em 3 fases.

Atualmente, com o decreto 10.306/2020 lançado a pouco e em voga, a utilização da estratégia BIM é promovida na execução direta e indireta de obras e serviços de engenharia realizadas pelos órgãos e entidades de administração pública federal, tratando-se de uma estratégia em constante desenvolvimento e abordada peloInstituto Monte Pascoal na especialização em Compatibilização de Projetos e Planejamento de obras em ambiente BIM compreendendo profissionais de engenharia civil, de produção, arquitetura, tecnologia em construção e afins que desejem ingressar nesse mercado que tende a crescer cada vez mais e ser o futuro da construção civil no país. Faça parte do futuro e construa a sua carreira de sucesso conosco!

ANTERIOR